Sobre o ex-Primeiro-Ministro

25 de Novembro de 2014

ng3730762

O mais caricato, ironicamente falando, é que, ao que parece, Sócrates foi inteligente:

– O Governo que presidia aprovou uma Lei para facilitar a detecção de crimes como o branqueamento de capitais através do sistema bancário, que a CGD usou para o denunciar;

– O Governo que presidia optou pelo arrendamento dos edifícios que hoje formam o Campus da Justiça para reunir a maioria dos tribunais, tendo o próprio Sócrates inaugurado o complexo e agora acabou interrogado nessas instalações;

– O Governo que presidia optou por encerrar a cadeia de Santarém e determinar que a cadeia de Évora receberia, a partir daí, os presos com necessidades especiais de segurança (políticos, advogados, magistrados, ex-membros das forças de autoridade, etc) e acabou ele mesmo por ser transportado para lá, depois do juiz de instrução ter decidido pela sua prisão preventiva.

Em certa medida, sem saber, ele preparou o seu próprio futuro.