OPINIÃO

X Factor USA e UK 2012 – O ano da “caridade”

Estive a rever alguns vídeos dos vários X-Factor, especialmente USA, UK e Austrália. E podem-me criticar, mas esta é a minha opinião: não ganhou quem mais merecia, ganhou quem precisava de um “empurrão”.

Sinceramente, tanto o Tate nos EUA como o James no UK são pessoas talentosas mas eu, no meu perfeito juízo, nunca preferiria nenhum deles a uma Carly Rose Sonenclar ou a uma Ella Enderson. Nunca na vida.

Os americanos votaram no Tate, mais do que pelo seu talento, por simpatia, o chefe de família, com mulher e filhos, que trabalhava na construção civil e quis seguir o seu sonho há muito adiado. No James Arthur nem sei explicar, tendo em conta que a Elle saiu numa disputa directa com ele e ela simplesmente aniquilou-o na performance. Ao ponto de o próprio Simon Cowell twittar de L.A. “Ella! Gone? Unbelievable!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.